e-Revista Facitec, Vol. 1, No 13 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

INCIDÊNCIA DE LESÕES EM ATLETAS DE FUTEBOL DE CATEGORIAS DE BASE: ESTUDO DE CASO DE UMA EQUIPE PROFISSIONAL

Henrique e outros de Oliveira Castro

Resumo


Objetiva-se analisar o número de lesões ocorridas em um período de dois anos em atletas das categorias de base (pré-infantil, infantil e juvenil) de um clube de futebol profissional de Belo Horizonte. Trata-se de um estudo transversal descritivo cuja amostra total analisada foi composta por 144 atletas com idade de 13 a 17 anos. Desses, 20 atletas foram excluídos por não contemplarem o critério de inclusão e 124 participaram da pesquisa por terem sofrido algum tipo de lesão dentro do período proposto para o estudo. Os resultados mostraram maior número de lesões predominantemente em membros inferiores, sendo maiores porcentagens as entorses de tornozelo (27,16%), seguido de estiramentos de adutores de quadril (21,60%) e estiramentos de isquitibiais (11,73%). Conclui-se que o alto número de lesões em membros inferiores dos atletas de base demonstra a importância de um trabalho preventivo, com abordagens fisioterapêuticas em conjunto com uma equipe multidisciplinar para análise da etiologia, mecanismos das lesões e fatores de risco.

Palavras-chave: Lesões. Categoria de base. Futebol.


Texto Completo: XML