Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH, No 5 (2015)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Sangue e escravidão: a vida afetiva dos cativos no contexto do tráfico interno (Campinas, 1850-1888)

Cristiany Miranda Rocha

Resumo


O presente artigo tem por objetivo discutir o parentesco escravo no contexto do tráfico interno (1850-1888), através da análise da experiência dos cativos vendidos para as fazendas de café do Sudeste brasileiro, nesse período. Para isso, foram utilizados como fontes principais alguns processos  criminais do acervo do Tribunal Judiciário de Campinas que envolviam escravos no que chamamos de “crimes passionais“, além de Inventários post-mortem e listas da matrícula geral de escravos (1872). 

 


Texto Completo: PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH © 2012 Todos os direitos reservados.