Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH, No 6 (2015)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Liberdade e desigualdade: a inserção do negro na sociedade republicana do pós-abolição

Laís Maíne Santos

Resumo


O presente trabalho é uma análise do contexto social dos negros no período pós-abolição, durante a primeira república brasileira (1889-1930). Os ex-escravos e seus descendentes encontraram muitas dificuldades de inserção social, ficando com os piores empregos e as piores moradias. A análise se dará através de estudos bibliográficos e do romance de tese As Recordações do Escrivão Isaías Caminha de Lima Barreto, publicado em 1909, que retrata o período pós-abolição e a república brasileira descrevendo a situação do negro através da denúncia de relações cotidianas, mostrando que o novo sistema político, a república Brasileira, não soube conviver com as diferenças.

Texto Completo: PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH © 2012 Todos os direitos reservados.