Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH, No 9 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Trabalho compulsório na América Espanhola: práticas e conceitos

Roger Alves Vieira

Resumo


Este trabalho objetiva analisar as formas de utilização de trabalho compulsório na América Espanhola, buscando compreender como elas se diferenciaram a partir do espaço em que estavam inseridas, das atividades econômicas que realizavam e das obrigações esperadas dos nativos sujeitos a elas. Para isso, realizou-se uma análise qualitativa da bibliografia pertinente, por meio da qual foi estabelecido um quadro panorâmico a respeito da sociedade colonial espanhola. Posto isso, temos a utilização do método histórico-sociológico para compreensão das práticas, dos processos e das instituições que caracterizaram as formas de utilização do trabalho compulsório na América Espanhola. O resultado da pesquisa nos permite diferenciar e localizar práticas de trabalho compulsório, que são social e politicamente distintas da escravidão. 

Texto Completo: PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH © 2012 Todos os direitos reservados.