Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH, No 1 (2012)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior
Imagem da capa

RETIRANTES: INTERPRETAÇÃO DE UMA IDENTIDADE NACIONAL NA OBRA DE PORTINARI

Daniel Fernando do Carmo

Resumo


O artigo aborda a construção visual e conceitual de uma identidade brasileira na série Retirantes e demais pinturas relacionadas ao tema, tomando como referências principais as pinturas realizadas entre 1930 e 1960 e, de modo mais específico, a pintura Retirantes de 1944. Parte do contexto histórico, o engajamento político e a inserção no grupo modernista, faz uma análise iconográfica e iconológica e fundamenta a ideia de herói trágico concebida por Aristóteles na poética para apontar a identidade heroica e trágica do povo nordestino, retratado na obra.   O tipo de brasileiro observado em Portinari está também arraigado ás suas experiências de vida e lembranças de infância, denotando não apenas uma representação de ideários nacionais políticos ou artísticos, mas uma sensibilização vivida e uma identificação pessoal.  O Brasil e o brasileiro de Retirantes são representações da identidade de um povo sofredor, afligido por circunstâncias que muitas vezes lhe são externas, limitados e debilitados em seus aspectos econômicos e físicos, contudo, apresentam-se como heróis trágicos, dotados de dignidade e louvável coragem.

 

PALAVRAS-CHAVE: Portinari, Retirantes, Modernismo, Identidade, Brasil, Povo Brasileiro.

  

ABSTRACT

 

This article approaches the visual and conceptual construction of the Brazilian identity. It considers the Retirantes painting sequence and other paintings related to this theme, taking as main references the paintings made by Portinari between the 1930 and 1960 decades, and, in a more specific way the Retirantes painting itself, from 1944. It searches Portinari’s historical context, political views and insertion into the modernist group, analyses the iconographic and iconology of his arts and fundaments in Aristotle’s’ poetic idea of the tragic hero,  to point some of Portinari’s heroic and tragic view of the Brazilian northeaster identity, a people what typifies Brazil itself in Portinari’s work. The Brazilian type observed in Portinari’s is also profoundly connected to the painter life experiences and recordings from childhood, meaning Portinari’s works brings not only the national and political ideals, but also his sensibility and personal identification. The Brazil and the Brazilians of Retirantes are representations of a suffering people, by circumstances, many times out of their control on its foreign nature, been distressed physically and economically, but also presented as tragic heroes, capable of dignity and worthily courage. It expresses a kind of inherent spirit nobility gave to the Brazilian people in Portinari’s paintings.

 

KEYWORDS: Portinari, Retirantes, Modernism, Identity, Brazil, Brazilian People. 


Texto Completo: Texto Integral

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH © 2012 Todos os direitos reservados.