Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH, No 3 (2014)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A Materialidade do Currículo de História na Sala de Aula: Entre Formação para a Autonomia e a não Formação

Thiago Luiz Santos de Oliveira, Juliana Viana Gostchalg

Resumo


Este artigo procura compreender a materialização do currículo da disciplina História em uma turma do Ensino Médio de uma escola pública de Minas Gerais. O pressuposto para o artigo é que o currículo materializado traduziria o sentido do ensino da História na formação do cidadão pleno, ou seja, como o ensino de História favoreceria a realização da tríade pedagógica - educar, ensinar e formar. Sendo o currículo uma verdadeira práxis, procura-se a o entendimento do real papel da História enquanto disciplina dentro da sala de aula, sobretudo no que se refere a uma formação cidadã e autônoma, que possibilite os indivíduos uma atuação ética na sociedade. Dentro dessa perspectiva, para entender o papel e as possibilidades da História enquanto disciplina na sala de aula, procura-se arcabouço epistemológico na literatura acerca da temática, e nos documentos do governo que estruturam a prática do professor dentro de sala de aula.

Texto Completo: PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH © 2012 Todos os direitos reservados.