Comentários do Leitor

A celulite é uma doença

wp kl (2017-12-23)


A celulite é uma doença metabólica que afeta em maior proporção para a mulher. É caracterizada por alterações funcionais e fisiológicos do tecido conjuntivo (tecido fibroso), juntamente com distúrbios circulatórios e hipertrofismo das células adiposas.
Este problema inclui sempre um componente lipídico, vascular e outro conjuntivo, sendo estes os três elementos que formam o tecido celulitico.

Estágios de desenvolvimento da celulite
A celulite se vai formando em diferentes fases ou etapas, e assim chega-se então à des-estruturação do tecido celular subcutâneo.
Primeira etapa: A micro-circulação venosa e linfática, se relaciona, o que provoca vasodilatação.
Segunda etapa: Essa vasodilatação, há permeáveis para os vasos venosos e linfáticos e assim sai líquido para o meio exterior (espaço intersticial).
Terceira etapa: Esse líquido, torna-se denso e espesso, o que dificulta a troca de nutrientes entre as células de gordura e vasos. As células adiposas crescem em tamanho, porque não podem eliminar seus resíduos ou produtos de resíduos para a circulação. Essa hipertrofia adiposa pode levar até mesmo à ruptura do adiposito, transformando assim o seu teor de gordura no exterior.
Quarta etapa: Será gerada uma fibrose. Uma rede que envolve as células de gordura, para os vasos venosos e linfáticos. Esta rede, dificultando ainda mais em troca nutritivo entre células. Por outro lado, esta rede fibrosa também comprime as terminações nervosas e nas células de gordura, produzindo dor.
Quinta etapa: A evolução da fibrose gera macro nódulos, dando lugar à aparência externa da celulite ou "pele de laranja".
celulite, pele a casca de laranja


Os sintomas do aparecimento da celulite são:
Sensação de peso nos membros inferiores por acumulação de líquidos (edema) e produtos de resíduos
Edemas em tornozelos
Cãibras
Pés frios
Varizes
Hematomas espontâneos


As causas que podem desencadear a celulite são:
O fator genético ou hereditário: Antecedentes familiares de obesidade e celulite, favorecem o seu aparecimento, então será sempre conveniente procurar a dieta de pessoas com maior predisposição genética.
A falta de exercício ou sedentarismo: A falta de atividade física piora a situação. A prática de exercício ativa a circulação sanguínea e o metabolismo das células de gordura.
Uma alimentação inadequada: Uma dieta excessiva em calorias, dá lugar a um aumento de peso, as células de gordura, então é piorar ainda mais o processo celulitico. Também se deve ter em conta a relação existente entre o sódio (sal) e a celulite. O excesso de sódio na dieta produz edema ou retenção de líquidos, dicas para celulite o que agrava ainda mais o quadro.
Uma alimentação baixa em sódio, juntamente com a ingestão de um litro e meio, no mínimo, de água, facilita a eliminação de toxinas e reduz o edema.
O estresse, As tensões acumuladas dificultam a circulação, assim os produtos de troca e de resíduos não podem ser removidos.
O consumo de álcool e tabaco: Maior quantidade de toxinas incorporadas ao organismo. O álcool impede uma correta limpeza do material de sucata e o cigarro dificulta uma correta circulação sangüínea.
Utilizar vestimenta inadequada: seja roupas apertadas ou saltos altos, estes danificam a circulação e o retorno venosos gerando mais edema.
Permanecer muito tempo de pé: Isso também dificulta a circulação e provoca o aparecimento de varizes.
Fatores hormonais: o aparecimento de celulite está relacionada com altos níveis de estrogênio, o que resulta em edema ou retenção de líquidos. A puberdade, gravidez, menopausa, síndrome pré-menstrual, uso de pílulas anticoncepcionais, são todas situações onde os hormônios sofrem de um transtorno. Estas circunstâncias desencadear ou agravar a celulite.
Os distúrbios circulatórios: Impedem uma adequada eliminação de toxinas.



Igualitária: Revista do Curso de História da Estácio BH © 2012 Todos os direitos reservados.