Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Juris Poiesis é um periódico acadêmico quadrimestral vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Estácio de Sá (PPGD/UNESA).

 

A revista tem como sua linha editorial  o diálogo com estudos e  pesquisas inseridos nos seguintes eixos temáticos desenvolvidos pelo Programa de Pós-Graduação em Direito (Mestrado e Doutorado em Direito): “Acesso à Justiça e Efetividade do Processo” e “Direitos Fundamentais e Novos Direitos”. Em outras palavras, o periódico pretende ser um espaço consolidado e permanente para o diálogo e a publicização de trabalhos com perspectiva inovadora da comunidade acadêmica e ideias provocativas sobre temas relevantes para o mundo do Direito e áreas afins, provendo conhecimento que estimule a aplicação de perspectivas e questões.

Os tipos de trabalhos publicados de pesquisadores nacionais e/ou  estrangeiros são:

a) artigos com bases empíricas, através de pesquisas de campo quantitativas e/ou qualitativas;

b) ensaios, como forma de abordagem livre, criativa, crítica e reveladora de novas perspectivas acerca do fenômeno jurídico-social; c) ensaios e artigos conceituais, como gênero textual propositivo de novos modelos e interpretações para o Direito;

d) relatórios resultantes de pesquisas científicas avançadas de interesse jurídico;

e) resenhas e traduções

O público-alvo do periódico é composto pela comunidade acadêmica das Ciências Jurídica e Sociais – pesquisadores –, por profissionais que estão aperfeiçoando seus conhecimentos na área – estudantes de pós-graduação e de cursos de especialização –, e por futuros juristas.

 

Por fim, a Revista Juris Poiesis adota os princípios contidos nos Códigos de Ética do Committee on Publication Ethics (COPE) (http://www.publicationethics.org/), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (http://www.cnpq.br/web/guest/diretrizes) e da Resolução CNS no.466/2012 e da Resolução no. 510/2016.

 

Políticas de Seção

EDITORIAL

Editores
  • Ronaldo Silva
Não Selecionado Submissões Abertas Não Selecionado Indexado Não Selecionado Avaliado por Pares

Artigos

Insira aqui a política desta seção

Editores
  • Ronaldo Silva
Não Selecionado Submissões Abertas Selecionado Indexado Selecionado Avaliado por Pares

Seção Especial

Esta seção se destina a publicação de relatórios de pesquisa bem como relatos sobre eventos acadêmicos.

Editores
  • Ronaldo Silva
Selecionado Submissões Abertas Selecionado Indexado Não Selecionado Avaliado por Pares

Indexadores

Editores
  • Ronaldo Silva
Não Selecionado Submissões Abertas Não Selecionado Indexado Não Selecionado Avaliado por Pares
 

Processo de Avaliação por Pares

Os trabalhos enviados serão submetidos ao Conselho Editorial da Revista. Eles serão avaliados em sua forma e conteúdo por 2 pareceristas anônimos, seguindo o sistema “DOUBLE BLIND PEER REVIEW”. Os avaliadores poderão propor modificações ou recusar trabalhos que não sigam as orientações editoriais.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

DOI

 

DOI – Revista Juris Poiesis - v20 n23 - 2017

nº sequencial DOI

Título do artigo

Autores

10.5935/2448-0517.20170008

Contraterrorismo: expansão e função da rede na justiça criminal

John A.E Vervaele

10.5935/2448-0517.20170009

A Política de Pós-Graduação em Direito no Brasil e o impacto na produção acadêmico-científica: Uma observação sistêmica

Giselle Marie Krepsky

10.5935/2448-0517.20170010

Representatividade e liderança feminina nas grandes corporações: uma leitura sob a perspectiva dos movimentos sociais

Dirceu Pereira Siqueira, Bruna Furini Lazaretti

10.5935/2448-0517.20170011

Brown v. Board of Education and the Symbolic Uses of Supreme Court Decisions in American Politics

Jeffrey D. Hockett

10.5935/2448-0517.20170012

Uma abordagem institucional sobre o papel do dissenso na democracia

Rubens Beçak, Jairo Lima

10.5935/2448-0517.20170013

Tensions in the concept of constitution due to the colombian’s peace process

Yenny Andrea Celemín Caicedo

10.5935/2448-0517.20170014

LSA 2017 Report

Fernanda Duarte, Rafael Iorio, Ronaldo Lucas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                               DOI – v20 n22 - 2017

Nº sequencial

Artigo

Titulo do artigo

Autores

10.5935/2448-

0517.20170001

1

Institucionalidad estatal, relaciones laborales y paradigmas desreguladores neoliberales en argentina: hacia un estado social de derecho más allá de la economía social del mercado.

Mario Luis Gambacorta

10.5935/2448-

0517.20170002

2

A interpretação judicial criminal, a segurança jurídica e a aplicação da lei em face dos direitos humanos.

Ronaldo João Roth, Fernando Pavan Baptista

10.5935/2448-

0517.20170003

3

As decisões da comissão interamericana de direitos do homem e suas contribuições para a humanização do sistema carcerário brasileiro.

Maiquel Ângelo Dezordi Wermuth, Monique Letícia de Lima Heck

10.5935/2448-

0517.20170004

4

A medida provisória nº 746 de 2016 e a validade estrutural democrática no modelo de Estado brasileiro: reforma da educação e a ocupação de escolas.

Renato Horta Rezende

10.5935/2448-

0517.20170005

5

Insurreição pós-colonial: novos paradigmas historiográficos para reconstrução dos direitos humanos.

Henrique Weil Afonso, Arthur Magalhães Costa

10.5935/2448-

0517.20170006

6

Corrupção e a negação de direitos: o controle preventivo (externo) e os meios alternativos de solução de conflito como mecanismos de combate.

Dirceu Pereira Siqueira, André Vinícius Rosolen

10.5935/2448-

0517.20170007

7

Direitos dos robôs, tomadas de decisões e escolhas morais:algumas considerações acerca da necessidade de regulamentação ética e jurídica da inteligência artificial.

Bruno Farage da Costa Felipe

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                          DOI – v19 n21 - 2016

Nº sequencial

Artigo

Titulo do artigo

Autores

10.5935/2448-0517.20160017

1

O princípio da intervenção mínima como problemática social: a dimensão constitucional, penal e moral.

Leilianne Francielle Silva

10.5935/2448-0517.20160018

2

Kelsen no debate das ideias.

Marcello Ciotola, Eduardo Valory

10.5935/2448-0517.20160019

  3

“Comparative Constitutional Law and Legal Culture: Asia and the Americas": an overview of the CRN01 under the Law and Society 2016 Meeting.

Fernanda Duarte, Rafael Mario Iorio Filho, et al...

10.5935/2448-

0517.20160013

  4

A medicina não convencional no contexto do direito à saúde e dos direitos dos  pacientes.

Vera Lúcia Raposo

10.5935/2448-

0517.20160014

 

5

O benefício da gratuidade de justiça: direito ou privilégio?

Bárbara Lupetti  Baptista, Klever Paulo Leal Filpo, Gabriela da Silva Claudino

10.5935/2448-

0517.20160015

 

6

O processo de expansão dos direitos humanos: descrição de uma visão antropológica.

João Felipe Menezes Lopes

10.5935/2448-

0517.20160016

 

  7

Responsabilidade cível e penal quando da falsificação material e ideológica nos atos notariais. Práticas inovadoras contra o ato ilícito.

Eumar Evangelista Menezes Júnior, Rildo Mourão Ferreira, Paulo Augusto Roriz Amorim Marques

 

 

Indexadores

Latindex

Crossref

Diadorim

DOI