Revista Multidisciplinar Pey Këyo Científico - ISSN 2525-8508, Vol. 5, No 1 (2019)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

CULTIVO IN VITRO DE SEMENTES DE CAMU-CAMU SOB DIFERENTES MEIOS E CONCENTRAÇÕES DE SACAROSE

Marcela Liege da Silva dos Santos, Carlos Henrique Gonçalves dos Santos

Resumo


O camu-camu ou araçá d’água é uma planta frutífera nativa da Amazônia encontrada normalmente às margens dos rios, lagos e igapós. Sua domesticação vem sendo estudada há alguns anos, devido à importância econômica e por possuir elevado conteúdo de ácido ascórbico, se destacando na produção de concentrados e suplementos naturais. O cultivo in vitro é uma ferramenta imprescindível, pois além de permitir a clonagem de materiais geneticamente superiores, também gera pomares com populações de plantas homogêneas além de acelerar a propagação de plantas selecionadas e superiores. Neste contexto, objetivou-se com o presente trabalho determinar o melhor meio de cultura e concentração de sacarose para o crescimento e desenvolvimento de plântulas de camu-camu provenientes do cultivo in vitro de sementes. Para tal, foram utilizados diferentes meios de cultura (MS, WPM e BOXUS) combinados com diferentes concentrações de sacarose (0, 30, 60 e 90 g L-1). Verificou-se que apenas o fator concentração de sacarose apresentou efeito significativo sobre as variáveis estudas, sendo que os melhores resultados foram observados na ausência de sacarose. Todas as características estudadas apresentaram um decréscimo com o aumento da concentração de sacarose.


Texto Completo: PDF