Revista Brasileira de Reabilitação e Atividade Física, Vol. 10, No 1 (2021)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

OS BENEFÍCIOS DO TREINAMENTO DE FORÇA NA QUALIDADE DE VIDA DO INDIVÍDUO IDOSO

Kelvin Galis, Marcelo Pilger Marques

Resumo


Introdução: O envelhecimento normalmente é acompanhado por uma diminuição da capacidade para desempenhar as tarefas do cotidiano, diminuindo a qualidade de vida dos idosos. Objetivo: A proposta desse projeto é avaliar os benefícios que o treinamento de força pode ocasionar na qualidade de vida do indivíduo idoso. Método: Foi aplicado o questionário SF-36 em dois grupos de pessoas idosas (praticantes e não praticantes de treinamento de força), cada um deles contendo quatro participantes com idade média de 62,12 anos. Resultados: Com o questionário foram avaliados oito aspectos, entre todos eles, o aspecto em que houve maior diferença na média do escore obtido, foi a limitação por aspecto físico, o grupo de praticantes de treinamento de força alcançou o escore máximo de 100 pontos, já o grupo de não praticantes obteve apenas 25 pontos e o aspecto estado geral de saúde, foi o que houve menor diferença entre a media dos escores, praticantes obtendo 77,12 e não praticantes 65,75. Conclusão: Com os dados obtidos pelos participantes do projeto, foi possível constatar a melhora significativamente em diversos aspectos avaliados, isto nos mostra que o aprimoramento dos profissionais de educação física e políticas públicas para população idosa é de fundamental importância.

 

Palavras-chave: Treino, força, idoso, qualidade, vida.


Texto Completo: PDF