Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 7, No 15 (2010)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Análise dos significados de afetividade como condição do trabalho docente

Leila Yuri Sugahara, Clarilza Prado de Souza

Resumo


Este trabalho tem por objetivo analisar a dimensão afetiva presente na visão dos alunos de educação – pedagogia e licenciatura – sobre o trabalho docente, a partir da análise do recorte de dados de sujeitos de uma pesquisa mais ampla, realizada pelo Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade – Educação (CIERS-Ed), em que descreveram a profissão docente. A metodologia envolveu a utilização do software ALCESTE - Analyse Lexicale par Contexte d’un Ensemble de Segments de Texte. O processamento do programa resultou em cinco classes que foram analisadas à luz da teoria das representações sociais proposta por Serge Moscovici. As representações dos alunos de educação – futuros professores - revelaram que a dimensão afetiva é primordial para o desenvolvimento de uma prática docente bem sucedida. Além disso, a afetividade se apresenta nas representações dos candidatos a docentes como disposição para se relacionar com o outro e estar contaminado pelo objeto da ação e estratégia didática que permitem a organização do ensino. Nesse sentido, este estudo aponta para uma lacuna existente nos cursos de formação de professores, visto que a afetividade não é tão somente um atributo dado, mas que pode e deve ser desenvolvido para e na prática docente.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Revista Educação e Cultura Contemporânea 2004-2019 | Universidade Estácio de Sá
ISSN online: 2238-1279

A REEDUC encontra-se indexada nas seguintes plataformas:
DOAJ PKP Google Acadêmico Periódicos CAPES
Educ@ Latindex BEE Clase UAM Livre Livre