Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 8, No 16 (2011)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Educação bancária: uma questão filosófica de aprendizagem

Maria Judith Sucupira da Costa Lins

Resumo


 

Este artigo pretende discutir a ideia de Educação Bancária a partir da reflexão filosófica da aprendizagem. Entende-se aprendizagem como resultado de aquisições que transformam o sujeito e o papel do professor no processo de aquisição da aprendizagem é fundamental. O principal objetivo deste artigo é analisar o significado da aprendizagem que acontece a partir de informação que a pessoa recebe, principalmente do professor. O processo de aprendizagem acontece se um professor, ou alguma outra pessoa fornecer informação básica aos estudantes que lhes dê material que possa ser usado por eles para construção da aprendizagem. Aprendizagem é possível por meio de aquisição de algo novo, e mesmo que os alunos tenham que descobrir algo, professores devem ensiná-los, o que não caracteriza uma filosofia da educação opressora. Finalmente, propomos que professores forneçam informação aos alunos para torná-los ricos de materiais que possam multiplicar e usar segundo o próprio discernimento. Receber informação externa é importante para todos de modo que tenham material a ser melhorado, desenvolvido e usado.

Palavras chave: Educação Bancária. Filosofia da Educação. Ensino/Aprendizagem. Aquisição de Informação. Professor.


Banking education: a philosophical learning question

Abstract

This article aims to discuss the idea of Bank Education from the point of view of philosophy of learning. Learning is taken as a result of achievement that changes individuals and teacher’s role is basic for this learning process. Main objective of this article is to analyze the meaning of learning that occurs concerning information that a person receives specially from teacher. Learning process happens if a teacher, or somebody else, provides primary information to students in order to give them material that can be used by them to build learning. Learning is possible through acquisition of something new, and even if students have to discover something, teachers must teach them, and this is not an oppressive philosophy of education. Finally we propose that teachers provide information to students to let them be rich of material to multiply and use according to their own reflexion. Receiving information from outside is important for everybody in order to have stuff to be improved, developed and used.

Key words: Bank Education. Philosophy of Education. Teaching/Learning. Information achievement. Teacher.


Texto Completo: PDF