Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 16, No 44 (2019)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Práticas e saberes docentes em estágios curriculares

Alaim Souza Neto

Resumo


Este artigo tem como objetivo refletir sobre alguns dos movimentos da profissionalização docente, particularmente, a partir de experiências de acadêmicos (as) do curso de Pedagogia de uma Universidade Pública Municipal localizada em São José-SC, quando em contato com os campos de estágio, atendendo as diretrizes de inserção dos futuros pedagogos no mundo trabalho, em especial, escolas públicas e privadas com oferta de educação básica. Tais reflexões são feitas tomando como metodologia uma revisão sistematizada da bibliografia em torno das práticas e saberes docentes tomando como base estudos de Libâneo (2011), Tardif (2013), Nóvoa (2002) e Pimenta (2009), confrontados, propriamente, com os saberes produzidos durante os estágios curriculares em que reflexões acadêmicas foram elaboradas pelos acadêmicos (as) em duas disciplinas, Prática de Ensino e Estágio Supervisionado, nas mais diferentes modalidades: Educação Infantil, Anos Iniciais e Educação de Jovens. Partimos do pressuposto que tais saberes nos fornecem elementos fundamentais para se problematizar a prática docente na medida em que busca integrar os estagiários (as) aos contextos escolares, especificamente, a sala de aula. Como considerações finais, apresentamos um “sopro” daquilo que julgamos importante para pensar as práticas e saberes docentes: o movimento de reflexão e consciência docente. Além disso, o quanto é necessário compreender o professor em duas dimensões: como um sujeito de conhecimento que possui saberes específicos ao seu ofício; a prática docente não é somente um lugar de aplicação de saberes produzidos por outros, mas também, um espaço de produção, de transformação e de mobilização de novos saberes.
Palavras-chaves: Saberes docentes. Profissionalização Docente. Estágios Curriculares.

Abstract

This article aims to reflect on some of the teacher professionalization movements, particularly from the experiences of academics (as) of the Pedagogy course of a Municipal Public University located in São José - SC, when in contact with the internship, Taking care of the guidelines of insertion of the future educators (as) in the work world, in particular, public and private schools with provision of basic education. These reflections are made using a systematized review of the bibliography around the teaching practices and knowledges based on studies by Libane (2011), Tardif (2013), Nóvoa (2002) and Pimenta (2009). Knowledge produced during the curricular stages in which academic reflections were elaborated by the academics in two disciplines, Teaching Practice and Supervised Internship, in the most different modalities: Early Childhood Education, Early Childhood Education and Youth Education. We start from the assumption that such knowledge provides us with fundamental elements to problematize the teaching practice to the extent that it seeks to integrate the trainees into the school contexts, specifically the classroom. As final considerations, we present a "breath" of what we deem important to think of teacher practices and knowledges: the reflection movement and teacher consciousness. Moreover, how much is it necessary to understand the teacher in two dimensions: as a subject of knowledge who has specific knowledge of his craft; The teaching practice is not only a place of application of knowledge produced by others, but also a space of production, transformation and mobilization of new knowledge.
Keywords: Teacher knowledge. Teaching Professionalization. Curricular Stages.

Texto Completo: Texto completo

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Revista Educação e Cultura Contemporânea 2004-2019 | Universidade Estácio de Sá
ISSN online: 2238-1279

A REEDUC encontra-se indexada nas seguintes plataformas:
DOAJ PKP Google Acadêmico Periódicos CAPES
Educ@ Latindex BEE Clase UAM Livre Livre