Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 10, No 21 (2013)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A ORIENTAÇÃO ESTÉTICA DOS DESENHOS ANIMADOS: OS SUPER-HERÓIS EM AÇÃO

Raquel Firmino Magalhães Barbosa, Cleomar Ferreira Gomes

Resumo


Partindo do ponto que o homem é considerado um ser simbólico e influenciado diretamente pelos aspectos biológicos, sociais e culturais, o seu imaginário é assaz estimulado por objetos e ações que estão em seu entorno, principalmente quando se é criança e o que está em voga é uma infância acompanha da TV e de suas brincadeiras. Este estudo objetivou conhecer a dinâmica brincante entre alguns super-heróis de desenhos animados (Power Rangers, Ben 10, Homem-Aranha e Homem de Ferro) e a orientação estética desta conexão, a partir das construções teóricas de Benjamin, Brougère, Château e Jones. Desta maneira, algumas indagações foram possíveis: como o processo de identificação com o desenho animado age para irrigar a imaginação das crianças? Como essa agressividade habita suas brincadeiras? Foram realizadas entrevistas com crianças de cinco anos de idade da Educação Infantil de uma Escola Municipal de Cuiabá/MT. O texto apresentou a importância de se ter uma percepção sensível sobre a relação que a criança faz com seus heróis midiáticos, sugerindo a escolha da brincadeira, a preferência do personagem e os comportamentos lúdico-agressivos presentes nesta faixa etária. Isso possibilitou-nos uma experiência estética, de mostrar a linguagem lúdica da criança, ao interpretar à sua maneira o conteúdo dos desenhos animados.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Revista Educação e Cultura Contemporânea 2004-2019 | Universidade Estácio de Sá
ISSN online: 2238-1279

A REEDUC encontra-se indexada nas seguintes plataformas:
DOAJ PKP Google Acadêmico Periódicos CAPES
Educ@ Latindex BEE Clase UAM Livre Livre