Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 17, No 50 (2020)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Entre o corpo e o arquivo: aproximações à ideia de gesto docente

Angelica Vier Munhoz, Julio Groppa Aquino

Resumo


O propósito do ensaio consiste na articulação da noção de gesto a três outras instâncias: corpo, arquivo e docência. Na primeira argumentação, tomam-se as ideias de arquivo e de memória, a partir de algumas proposições de Michel Foucault. Na segunda, a aproximação dá-se com o historiador Yves Bisch, na perspectiva de entender como arquivamos e recriamos os gestos da docência no corpo. A terceira apoia-se em relatos da historiadora Arlette Farge, que se ocupou de gestos de determinado espaço-tempo. A argumentação aponta para a apreensão do gesto como abertura para uma nova temporalidade. Trata-se do que faz mover, perturbando o que o precedeu, atualizando-o e repetindo-o uma vez mais. As conclusões encaminham-se à ideia de que um corpo, no registro da docência, é sempre produzido a partir de seus gestos, os quais são arquivados, atualizados e transcriados, instaurando-se, assim, a possibilidade de que modos inusitados de existir possam ali se afirmar.

Palavras-chave: Arquivo. Corpo. Docência. Gestos.

Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Revista Educação e Cultura Contemporânea 2004-2019 | Universidade Estácio de Sá
ISSN online: 2238-1279

A REEDUC encontra-se indexada nas seguintes plataformas:
DOAJ PKP Google Acadêmico Periódicos CAPES
Educ@ Latindex BEE Clase UAM Livre Livre