Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 18, No 53 (2021)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Ser professor: a docência em uma “cela” de aula

Kely Rejane Souza Anjos Carvalho, Jocyleia Santana Santos, Daniela Patricia Ado Maldonado, Ciro Ferreira Carvalho Junior

Resumo


O principal objetivo desta pesquisa foi compreender como acontece a oferta de educação na Unidade Prisional Feminina (UPF) de Pedro Afonso/TO – sob a perspectiva das professoras que lá atuam. E no desígnio de responder a tal inquietação, amparou-se na História Oral Temática como método de pesquisa. Sendo que os instrumentos de coleta de dados utilizados foram: gravador digital, roteiro de entrevista semiestruturada e diário de campo. O corpus da investigação foi composto pelas narrativas de quatro professoras atuantes, exclusivamente, na UPF de Pedro Afonso que aceitaram voluntariamente, participar do processo investigativo. Por intermédio da sistematização, análise e entrelaçamento dos dados, descortinam-se os resultados desta investigação que demonstraram as dificuldades encontradas na oferta de educação em espaços de privação de liberdade, devido à ausência de estrutura apropriada para a execução das atividades educacionais, de capacitação às profissionais que lá trabalham e de materiais didáticos e pedagógicos.

Palavras – chaves: Educação. Docência. Prisão Feminina.

Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Revista Educação e Cultura Contemporânea 2004-2019 | Universidade Estácio de Sá
ISSN online: 2238-1279

A REEDUC encontra-se indexada nas seguintes plataformas:
DOAJ PKP Google Acadêmico Periódicos CAPES
Educ@ Latindex BEE Clase UAM Livre Livre