HÓRUS, Vol. 6, No 1 (2011)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A FISIOTERAPIA NOS SINAIS E SINTOMAS DA DISFUNÇÃO DA ARTICULAÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (ATM)

Juliane Dias Garcia, Alessandra Andréa de Castro Oliveira

Resumo


A presente pesquisa trata-se de um estudo de caso experimental, realizada no período de 25 de maio de 2010 a 29 de junho de 2010, no Consultório de Fisioterapia na cidade de Ourinhos – SP, com uma paciente do sexo feminino, 54 anos e diagnosticada clinicamente com disfunção da articulação temporomandibular (ATM). O objetivo da pesquisa foi analisar a eficácia da fisioterapia no tratamento dos sinais e dos sintomas causados pela disfunção da ATM, que são, principalmente, dor na articulação, estalidos, cefaléia, limitação funcional, dor durante a mastigação, zumbido no ouvido e dor na mandíbula. Realizaram-se 10 sessões com aplicação de técnicas de relaxamento nos músculos envolvidos, cinesioterapia, manipulação intra-oral, ultra-som e laser. Após a reavaliação fisioterapêutica observou-se diminuição do quadro álgico, aumento da mobilidade articular, ganho de ADM e restabelecimento muscular da região cervical. Contudo, o presente estudo revelou grande importância da fisioterapia no tratamento da disfunção da ATM, embora ainda seja necessária a conscientização de que para um resultado ser ainda mais relevante é fundamental que seja feito um trabalho multi e interdisciplinar de cada paciente.

Texto Completo: PDF

Revista Horus - ISSN: 1679-9267 - endereço eletrônico: horus@estacio.br