HÓRUS, Vol. 12, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

RELAÇÃO DO EDUCADOR FÍSICO COM A OBESIDADE INFANTIL NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DA CIDADE DE WENCESLAU BRAZ – PR : A IMPORTÂNCIA DE MEDIDAS PREVENTIVAS.

FERNANDA CAROLINA DE CAMPOS

Resumo


A obesidade infantil tem aumentado drasticamente e as escolas junto aos professores de educação física, são importantes na promoção de medidas preventivas. Diante disto, este estudo teve como objetivo investigar a realidade da obesidade infantil nas escolas municipais da cidade de Wenceslau Braz – PR, bem como é tratado pelos professores de Educação Física. A amostra foi composta por sete professores de Educação Física, denominados no trabalho como: professor 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7. Foi aplicado um questionário semi aberto, abordando o tema “Obesidade Infantil na escola”, criado pelos pesquisadores do estudo, para cada professor. Dos entrevistados, 100% responderam que trabalham o tema obesidade durante as aulas de educação física e que ao mesmo tempo, possuem dificuldade ao trabalhar este assunto,  71% dos professores disseram que alunos acima do peso demonstram resistência na realização das atividades e 29% disseram não encontrar resistência, sendo que 40% dos alunos não aceitam participar. Como forma de prevenção da obesidade, 71% dos educadores promovem palestras com pais e alunos e 29% estimulam as crianças para praticar exercício físico. Sobre as causas da obesidade, 43% dos professores acreditam ser através da alimentação. A maioria  dos entrevistados classificaram a educação física na promoção da saúde dos alunos como muito importante. Diante dos dados analisados, pode-se concluir que os professores de educação física já trabalham o tema obesidade infantil, sentem-se responsáveis por aplicarem medidas preventivas, como apresentação de palestras, demonstrando o quanto a disciplina, educação física, é importante na promoção da saúde das crianças. 


Texto Completo: PDF

Revista Horus - ISSN: 1679-9267 - endereço eletrônico: horus@estacio.br