Revista Eletrônica Estácio Saúde, Vol. 6, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

CORRELAÇÃO ANATÔMICA ENTRE O NERVO ISQUIÁTICO E INJEÇÕES INTRAMUSCULARES NA REGIÃO GLÚTEA

Diego de Faria Magalhães Torres, Rubens Alberto Alves, Júlio Guilherme Silva, Patrícia Rosa Vieira, Clarissa de Assumpção

Resumo


Objetivo deste estudo foi identificar as possíveis variações anatômicas do nervo isquiático e suas implicações, para a aplicação de injeções intramuscular de medicamentos na região dorsoglútea. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica em bases de dados. Dentre as variações anatômicas do nervo isquiático foram identificadas quanto à sua passagem pelo músculo piriforme e que a aplicação de injeções na região dorsoglútea pode implicar em graves lesões teciduais, complicações musculoesqueléticas e neurológicas como o abscesso, necrose dos tecidos, lesões musculares, ferimento de algum nervo, paralisia e morte. Considera-se necessária a quebra de paradigmas, relacionados à utilização da região ventroglútea na aplicação de injeções intramusculares, local de menor risco para aplicação.


Texto Completo: PDF

Resultado de imagem para latindex